Diretor de Educação de Maracajá e equipe visitam Fundação Catarinense de Educação Especial

Em busca de novas estratégias pedagógicas para o Atendimento Educacional Especializado (AEE) de Maracajá, o diretor de Educação e Cultura, Daniel de Souza, mais conhecido por Chicão, juntamente com a equipe de profissionais da rede municipal de ensino, estiveram nesta terça-feira, dia 22/06, na Fundação Catarinense de Educação Especial (FCEE).

 Florianópolis

                Em busca de novas estratégias pedagógicas para o Atendimento Educacional Especializado (AEE) de Maracajá, o diretor de Educação e Cultura, Daniel de Souza, mais conhecido por Chicão, juntamente com a equipe de profissionais da rede municipal de ensino, estiveram nesta terça-feira, dia 22/06, na Fundação Catarinense de Educação Especial (FCEE).


                Na oportunidade estiveram reunidos com a presidente da FCEE, Janice  Krasniak, onde debateram questões pertinentes à Educação Especial do município de Maracajá. "Colocamos em pauta a necessidade da educação inclusiva, de construir novas propostas para garantir que o Atendimento Educacional Especializado (AEE) seja de qualidade, além de discutirmos estratégias pedagógicas e alternativas que possibilitem a participação e a aprendizagem dos alunos especiais em sala de aula", explica Chicão.


                O diretor solicitou uma assessoria técnica na cidade. "Discutimos a possibilidade de uma visita dos representantes da FCEE em nosso município para auxiliar e orientar quanto a aplicação de políticas públicas de Ensino Inclusivo na Rede Municipal de Ensino de Maracajá", detalhou.


                O prefeito Anibal Brambila salienta que o Atendimento Especializado de Maracajá já é uma das prioridades da Administração. "Os estudantes especiais contam com auxílio de professores e estagiários da área da educação, para os auxiliar em sala de aula e recentemente adquirimos jogos educativos, que também os beneficiam, já que os jogos estimulam o raciocínio, a coordenação motora, ajudam na linguagem e ajuda na interação dos aluno. Nosso objetivo é seguir com projetos que visam a inclusão", disse.


Atendimento Educacional Especializado


A Administração Municipal de Maracajá, por meio do Departamento Municipal de Educação, atende 22 alunos especiais, com autismo, deficiência intelectual leve, paralisia cerebral, perda de audição, baixa visão, deficiência mental moderada, entre outras deficiências.


O Atendimento Educacional Especializado (AEE), visa atender, ao longo da vida escolar, alunos que têm necessidades educacionais especiais. Além disso, conta com psicóloga, realizando atendimentos nas unidades escolares, fonoaudióloga para atender e auxiliar os alunos com deficiência, além de uma pedagoga especialista em educação especial que coordena os atendimentos de AEE. " O programa identifica, elabora e organiza recursos pedagógicos e de acessibilidade que facilitam a participação dos alunos na rotina escolar", conclui o diretor.

Imagens








GAZETA_final.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina